Avançar para o conteúdo
livro-38-estratégias-para-vencer-qualquer-debate-pdf

38 estratégias para vencer qualquer debate: A arte de ter razão

38 estratégias para vencer qualquer debate: A arte de ter razão, de Arthur Schopenhauer, é um tratado sobre a arte da argumentação e da retórica. Escrito no século XIX, o livro ainda é relevante nos dias atuais, pois apresenta estratégias que podem ser utilizadas em qualquer tipo de debate, seja ele acadêmico, profissional ou pessoal.

O livro é dividido em duas partes. A primeira parte, “A natureza da disputa”, discute a natureza da disputa e os motivos pelos quais as pessoas disputam. A segunda parte, “As estratégias da disputa”, apresenta as 38 estratégias que podem ser utilizadas para vencer um debate.

As estratégias apresentadas por Schopenhauer são divididas em três categorias:

  • Estratégias relacionadas ao conteúdo: Essas estratégias são utilizadas para manipular o conteúdo da disputa, de forma a favorecer a própria posição. Por exemplo, a estratégia “generalize as afirmações do seu oponente” consiste em generalizar afirmações específicas do oponente, de forma a torná-las mais fáceis de refutar.
  • Estratégias relacionadas à forma: Essas estratégias são utilizadas para manipular a forma da disputa, de forma a favorecer a própria posição. Por exemplo, a estratégia “use a psicologia da negação” consiste em negar afirmações que o oponente não fez, de forma a colocá-lo na defensiva.
  • Estratégias relacionadas ao público: Essas estratégias são utilizadas para manipular o público, de forma a favorecer a própria posição. Por exemplo, a estratégia “ganhe a simpatia da audiência e ridicularize o adversário” consiste em ridicularizar o oponente, de forma a fazer com que o público o veja como menos confiável.

É importante ressaltar que Schopenhauer não defende o uso dessas estratégias de forma desleal. Ele afirma que elas devem ser utilizadas apenas em casos de legítima defesa, quando o oponente está usando estratégias desleais.

Sinopse:

A forma como nos comportamos socialmente não mudou muito desde Aristóteles. Partindo dos escritos do pensador grego, Schopenhauer desenvolve em sua Dialética Erística, 38 estratégias sobre a arte de vencer um oponente num debate não importando os meios. E, para isso, mostra os ardis da maior ferramenta que todos possuímos, a palavra. Usar argumentos e estratégias certas numa conversa é uma arma poderosa em qualquer momento.

E tanto vale para quem quer reforçar um talento, evitar ciladas dialéticas, ou simplesmente estar bem preparado para negociações ou qualquer outra ocasião que exija argumentação… o que acontece em todos os momentos da vida. Essas estratégias não foram inventadas por Schopenhauer. Seu trabalho foi identifica-las, reuni-las de modo coerente, mostrando como são utilizadas, em quais momentos elas surgem em meio a uma discussão, de modo que você possa utilizar-se deste livro até mesmo para desmascarar o uso das estratégias.

Em discussões, o objetivo de todos é persuadir. No entanto, o melhor resultado é obtido pela pessoa mais hábil em manter a sua posição. Esta obra cataloga os truques utilizados por profissionais de todas as áreas. Pode ser que você esteja com a razão, mas, uma vez que você entre num debate, estar certo não é o suficiente. Você precisa conhecer os movimentos dessa arte para ter força no jogo.
Este livro ensinará tudo o que você precisa saber.

livro-38-estratégias-para-vencer-qualquer-debate-pdf

Descubra novos favoritos com nossas recomendações de livros

Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus
John Gray (Autor)
Comunicação Não-Violenta
Marshall B. Rosenberg (Autor)
Como Falar em Público e Encantar as Pessoas
Dale Carnegie (Autor)